Abraham Hicks

R$44,00

Leia com atenção antes de concluir sua compra:

Lembre-se de que, independentemente de estar ciente ou não, suas crenças (fé) têm um papel fundamental na formação de sua realidade, devido à própria natureza da realidade e sua estrutura holográfica e autorreflexiva. Você literalmente cria sua própria realidade. Isso não é só uma filosofia da Nova Era, é física!

Ao optar por pagar apenas o valor mínimo podendo contribuir mais, você está afirmando que possui crenças limitantes, provavelmente de escassez, em relação ao dinheiro e à troca de valores. E, adivinha? Perpetuará sua experiência de escassez, criará mais para si a experiência de não ter dinheiro suficiente.

Por isso, é importante ser sincero e íntegro consigo mesmo e analisar suas escolhas.

Quanto mais você contribui com essa troca onde eu te forneço informação de qualidade e você me fornece um valor como troca justa, mais comprometimento você terá com os conhecimentos que irá acessar e, consequentemente, mais resultados alcançará, pois há um viés cognitivo envolvido em relação à troca de valores: quanto mais você paga, mais valor você dá.

“Você não está à mercê de crenças passadas, portanto. Por outro lado, quanto mais cedo você começar a agir com as novas, melhor. Caso contrário, você não está confiando nelas no presente. Se você é pobre e quer ter mais dinheiro, e tenta manter uma crença na abundância – enquanto ainda enfrenta o fato da pobreza atual – você deve, na realidade, fazer algum movimento simbólico que mostre que está disposto a aceitar uma mudança.”
—Seth (canalizado por Jane Roberts)

“Se, por exemplo, você mal tem dinheiro para viver e examina seus pensamentos, poderá perceber que está constantemente pensando: ‘Nunca conseguirei pagar esta conta, nunca tenho sorte, sempre serei pobre.’ Ou verá que está invejando os que têm mais, degradando talvez o valor do dinheiro e dizendo que aqueles que o têm são infelizes, ou ainda, espiritualmente pobres. Quando descobrir tais pensamentos em você, poderá dizer, de modo um tanto indignado: ‘Mas essas coisas são todas verdadeiras. Eu sou pobre. Não consigo pagar minhas contas,’ e assim por diante. Fazendo isso, você está aceitando sua crença sobre a realidade como uma característica da própria realidade, e assim, a crença é transparente ou invisível para você. Mas ela provoca sua experiência física.”
—Seth (canalizado por Jane Roberts)

Categoria: